Saudades e ponto.

large

Saudades. Palavrinha tão pequena que existe só no idioma português (dizem), mas que emerge uma longa lista de emoções, sintomas e de desejos. Inclusive, desejei ter você aqui, só por mais um momento (aquele momentinho incontável ,o mesmo que desejamos antes de sair da cama), por mais uma hora, por um dia ou um ano inteiros. Só que (e sempre tem um “só que”) este meu simples desejo se dissolveu como marshmallow em chocolate quente. Submergiu em um mar de lágrimas, de prantos, de choros, de desespero. Então, eu desejei ter forças. Forças para aguentar outros feriados solitários, outros finais de tarde chuvosos, outros pensamentos sobre escolhas que não terei, outras noites difíceis de serem dormidas, outros abraços no travesseiro, outras lembranças que não poderei mais criar.

Querer é poder (dizem). Mas quando um não quer, dois não amam.

Agora o que me resta é só isto. Bolinhos, manteiga, cappuccino e os estalos de gotas de chuva para me confortar.

Sinto saudades e ponto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s